Receita de pavê de maracujá por uma menina de 3 anos… vem curtir?

Vamos fazer pavê de maracujá com Analice?


Analice adora fazer tudo que a mamãe faz, cozinhar e lavar louça sempre me deixam de cabelo em pé, mas eu sempre separo um momento para deixá-la fazer.

Continuar lendo

Anúncios

Uma aventura pela segunda gravidez – 3 motivos para engravidar novamente

image

Ser mãe de primeira viagem é como navegar no oceano dentro de si mesmo, cheio de descobertas, guerras e vitórias. Analice, minha filha, acaba de completar dois anos e me ensina diariamente como viver o papel de mãe, o qual busco representar como a melhor do mundo para ela.
Só as mamães sabem o quanto um bebê precisa de atenção. Além das necessidades físicas exigidas pelos pequenos, há todo um trabalho psicológico, de formação e desenvolvimento.

Por que ter outro filho, enquanto o primeiro é ainda tão pequeno e dependente de mim? Três conclusões pesaram na minha decisão.

Continuar lendo

Abuso contra a gestante no trabalho é grave. Precisa ser denunciado.

2015-08-26_20.09.20

Um dos momentos mais planejados e esperados na vida da mulher é a gravidez. Ela é preparada para isso desde pequena, com bonecas e conceitos, além do instinto maternal que é uma força natural inexplicável. O período gestacional é muito delicado. A futura mamãe passa por transformações físicas e emocionais de grande complexidade. Muitos não entendem a importância dos cuidados nesta fase. Existem consequências e sequelas graves, que podem decorrer de problemas causados durante a gravidez, tanto para a mãe quanto para o bebê. A história que vamos compartilhar aconteceu no ano de 2013 com uma amiga que prefere não se identificar, pois ainda sofre as consequências psicológicas do processo.

Continuar lendo

ALIMENTACAO SAUDÁVEL PARA UMA VIDA SAUDÁVEL!

O cuidado e a preocupação com a alimentação de nossos filhos deve começar bem cedo. No cuidado com a alimentação da lactante que amamenta. Muito líquido para muito leite que deve ser oferecido em livre demanda e deve ser prioritário até os seis meses. Sempre tomei esse cuidado com a Laura. A papinha de fruta tinha duas frutas, mais tarde acrescentei iogurte natural. A papinha salgada era feita todo dia e tinha sempre três legumes, verdura, proteína e carboidrato. Na verdade, Laura hoje tem 1 ano e 11 meses e ainda sigo essas regras, só que agora é tudo inteirinho ou picado. As papinhas de fruta, os sucos, a papinha salgada. Tudo deve ser bem colorido e variado. O bebê deve ser apresentado a todos os sabores e gradualmente as texturas. Isso vai facilitar sua adaptação com os novos alimentos. A alimentação é fundamental para um bom crescimento e desenvolvimento sem falar no combate e controle de doenças como obesidade infantil ou baixo peso, diabetes e pressão alta. Segundo uma pesquisa apresentada pela ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Ideli Salvatti, em março deste ano, somente 1,9% das pessoas com menos de cinco anos apresentam baixo peso. Na mesma faixa etária, 7,3% das crianças têm excesso de peso. Porém, não é tão fácil assim cuidar da comida dos pequenos. Dá trabalho! Mas, vale a pena. Afinal, queremos o melhor para eles não é?! Pensando nisso, vamos compartilhar dicas de alimentação saudável e receitas para o dia a dia.

Pra começar, uma receita de gelatina saudável. Sim! Porque aquela de caixinha que você compra no supermercado só tem açúcar e corante. Salvo uma marca especifica…rs

Gelatina Saudável

Ingredientes:

1 envelope de gelatina incolor

Polpa de 1 maracujá grande

1 pedaço médio de beterraba

2 colheres de açúcar mascavo ou demerara

Preparo

Bata a polpa do maracujá coma a beterraba no liquidificador. Coe e volte com o suco para o copo. Dissolva totalmente a gelatina conforme instruções do fabricante. Misture a gelatina dissolvida ao suco, acrescente açúcar e bata bem. Coloque em formas e leve para geladeira.

 

Pronto! Saudável e muito mais gostosa que a outra.

Você pode e deve variar os ingredientes Aí vão algumas sugestões:

* Acerola com cenoura

* Limão com couve

* Melancia com limão

* Abacaxi com hortelã e gengibre

* Manga com laranja

* Pêssego com laranja

Dica de ouro: Se seu filho for ruim para tomar remédios você pode misturá-lo a

gelatina!

Por Roberta Kaiber

MATERNIDADE COLORIDA SIM!

Como definir maternidade é difícil! Já parou pra pensar?! A gente sabe o que uma mãe vive e sente, mas é tão difícil explicar esse sentimento com palavras! Ah! É por isso! Maternidade é sentimento puro! Na verdade um conjunto de sentimentos! Por isso, é tão difícil explicar. A mãe lida com sentimentos o tempo todo. Desde o positivo do exame. Ali começa a mistura: carinho, expectativa, medo, euforia, calma, êxtase…tudo junto e misturado. Se comparado as cores, a mente e o coração de uma mãe seria um passeio pelo arco-íris. Em um momento estamos na calmaria do azul, em outro na alegria do laranja, em outro no medo do preto, na paz do branco… Até hoje me pergunto como pude passar tanto tempo sem a Laura. Não me imagino sem ela desde aquele instante em que colocaram ela sobre mim e olhei seu rosto. Ali eu renascia! Os filhos são o melhor de todos os presentes que recebemos. É bem mais do que pedimos ou imaginamos. Como é bom ser mãe não é?! A maternidade nos ensina todo dia. A gente pensa que vai apenas ensinar, mas no final de cada dia percebemos que aprendemos mais do que ensinamos. A Maternidade é colorida sim! Cheia de vida! Cheia de surpresas! A Maternidade é com certeza vida! E apesar do cansaço, do trabalho árduo, como vale a pena viver essa vida! Como somos gratas a Deus por nos permitir viver tudo isso, todos esses sentimentos. Sem dúvida, a maternidade é a melhor vida para se viver nessa vida!

Por: Roberta Kaiber

Para nós a maternidade é colorida e para você?
Eu e Roberta topamos o desafio mamanhês. Será muito importante para nós se você topar também.

Funciona assim: Você tira uma foto do desafio e posta no Instagram com a hashtag #instadesafiomamanhês
O primeiro desafio é:  Traduza, através de uma foto, o que é maternidade pra você.instadesafiomamanhês

Mamanhês, linguagem que só mãe entende

Chá de bebê da Analice
A linguagem dos bebês que só as mamães entendem.
Por que tudo começa muito antes do nascimento.

A comunicação entre mãe e filho é toda especial! Começa antes mesmo do nascimento, ainda no ventre. Ali começa a comunicação mais sincera e verdadeira, através de uma linguagem que só mãe e filho entendem. Hum! Tá bom! Tem horas que só mãe entende…rsrs.
Essa comunicação especial vai durar a vida toda! As vezes com gestos, olhares, sorrisos…outras vezes com palavras. Mas, da forma que for, ela molda esse relacionamento intenso e único. Essa linguagem será vital para a formação de ambos novos seres: a mãe e o filho, que nascem juntos.
Essa linguagem especial e linda que permeia o universo materno é nosso ponto de partida nessa viagem mágica chamada maternidade.
Mamanhês é a linguagem nativa das mães. E por isso, te convidamos a comunicar conosco.
Você vem?!